quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Frida vai às compras Barcelona - esgotada



Esgotada

Mais uma da série Frida vai às compras Barcelona.





segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Frida vai às compras London - esgotada



Mais uma da série Frida vai às compras...
Esgotada

É uma sacola prática e versátil, serve para levar pequenas compras, livros, cadernos, celular, notebook, etc.. e tal. É muito resistente e tem este bolsão aplicado na frente que é a santa solução para não perder as chaves da casa, do carro...Este tecido é do designer Jill Donald, e se chama What a World. 






domingo, 25 de novembro de 2012

Zurich ou Zurique, como preferir...

Adorei visitar Innsbruck, cidade medieval, muito delicada, com muitas lojinhas  que vendem desde roupas típicas até imã de geladeira... 
Passamos por um parque muito lindo, onde se ouve o canto dos pássaros ..
Pena que o Telhadinho de Ouro estava em restauração, mas visitamos a Catedral que é linda demais, foi restaurada e tem obras do barroco.
 Enfim, passamos um dia maravilhoso. E até a minha gripe deu uma trégua, finalmente.

Seguindo viagem rumo a Zurich.



A paisagem é muito bonita, o dia estava claro, sol gostoso...

Meu almoço, bem light!

Paradinha para o almoço por que ninguém é de ferro!

Pratinho da minha irmã.


Zurich tem uma população de 383 mil habitantes, fica a 120 km de Berna. Cortada pelo rio Limmat e dominada pelo lado Zurich, é conhecida mundialmente como a cidade dos bancos. Tem uma vida noturna agitada como as grandes cidades europeias. Foi também o berço do dadaísmo, corrente artística que surgiu em 1916.


mapa de Zurique, imagem da internet


Zurique fica às margens do Lago Zurique, ou Zurichsee. Seu centro é cortado pelo rio Limmat, um braço do lago. O centro se situa nos arredores da rua de compras Bahnhofstrasse, que começa perto da estação  de trem (Hauptbahnhof) e vai até o lago. O centro antigo também está perto da estação.



A melhor forma de explorar a cidade é a pé (como a maioria das cidades que visitamos). Zurique é bem atendida por linhas de bondes e ônibus. Fomos do nosso hotel até o centro usando um destes bondes.


Nosso grupo em uma das pontes do rio Limmat



O povo, de modo geral, é fashion. Jovens elegantes, mulheres bonitas, bem vestidas, usando jóias, salto e maquiagem, perfumadas, enfim...gente produzida.





Como estavamos no final da primavera, entrando o verão, as ruas estavam cheias de gente, muitas bicicletas, os restaurantes com mesinhas na rua tomadas de gente bebendo  cerveja e comendo com muita alegria.



Ás 22 horas  estava claro, com o sol saindo de cena... Mas (nada é perfeito) os restaurantes fecham cedo...então jantamos com a luz do sol...






Cidade com muitas pontes, dá para admirar o rio. 

Águas do degelo
Zurique e suas águas do degelo dos Alpes, rolam montanha abaixo, vem com força, formando uma correnteza forte e sempre com esta cor entre azul e verde formando espumas brancas...



Hotel Senatot, Zurich


Ficamos no Hotel Senator,  na Heinrichtrasse, 254-256. O problema com este hotel, álias o problema não foi com o hotel, mas com o bar que fica na esquina e que estava super agitado com os estudantes da universidade comemorando as férias de verão e o calor. Música alta, gritaria e polícia, enfim ...





O nosso apartamento era de frente e tinha uma sacadinha, segundo andar, imagina como foi dormir...





Créditos


As fotos são de Sonia Oliveira e Lu Costa, jun.2012.
Imagens da Internet
Consulta de dados sobre Zurich foram do Guia criativo para o viajante independente na Europa, Zizo Asnis.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

sábado, 17 de novembro de 2012

Frida vai às compras Paris - esgotada





Versão menor da Frida vai a Feira, esta se chama Frida vai às compras.





É uma sacola prática e versátil, serve para levar pequenas compras, livros, cadernos, celular, notebook, etc.. e tal. É muito resistente e tem este bolsão aplicado na frente que é a santa solução para não perder as chaves da casa, do carro...Este tecido é do designer Jill Donald, e se chama What a World, Places Panel .





O verso da bag é simples e as alças foram forradas com tecido de algodão nacional. Adorei este modelo e uso a minha todos os dias, realmente é muito útil.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Innsbruck, Áustria

Saímos de Salzburgo cedinho para aproveitar bem o dia. A região do Tirol é linda, parece uma pintura, parece com as imagens que recebemos por Email,  realmente estas paisagens existem. Os restaurantes que paramos no caminho para Innsbruck, são limpos, a comida é boa, são orgânicos  são preocupados com o sustentável, reciclagem, etc. Tudo muito cuidado, vasinhos com flores, com temperos...Foi muito agradável.


Uma das paradas


Innsbruck está situada à beira do rio Inn, com 128 mil habitantes. A cidade tem um charme especial por ser rodeada por montanhas de neve eterna. Innsbruck cresceu junto com as minas de prata e com a primeira ponte construída sobre o rio; daí vem seu nome.A ponte facilitou o contato e o comércio entre a região e o resto do mundo.

Rio Inn
O Imperador Maximiliano I estabeleceu-se no local, proclamando-a capital do império que duraria um século e meio.






A pé, pode-se visitar a maioria das atrações. Tudo é próximo e basicamente às margens do rio, incluindo a catedral e o palácio no centro velho (Altstadt). Na rua Maria Theresien Strasse encontram-se os prédios mais bonitos e históricos, além da badalação noturna com bares e restaurantes.

Hofburg, Palácio Imperial
Palácio Imperial (Hofburg) fica na Renneweg 1. Entrada 8 euros. Palácio dos Habsburgo no Tirol. Dá para visitar as salas com decoração da época, com pinturas da rainha Maria Thereza e seus 16 filhos.




Innsbruck fica isolada por um "muro" de montanhas, o que garante quase sempre um clima agradável, sem vento.



Helblinghaus, Casa Helbling
A Helblinghaus fica ao lado esquerdo do Telhadinho de Ouro, tem uma fachada originalmente gótica (1560), em que a ornamentação rococó, trabalho em estuque com esculturas, bustos, máscaras e escudos, foi adicionada em 1730. Trabalho que foi encomendado pelo seu proprietário Johann Fischer e feito por Anton Gigl. A casa leva o nome de Sebastian Helbling, que tinha um pequeno café aqui nos anos de 1800/1827.

Helblinghaus, lado esquerdo.
Muitas bicicletas pelas ruas 



Goldenes Dachl, imagem da internet
O prédio conhecido como Telhadinho de Ouro fica na Altstadt( cidade velha), e é um dos prédios mais fotografados da cidade. Este palácio de telhado dourado abriga o Maximilianeum, um museu dedicado ao imperador Maximiliano I, que foi um dos pioneiros do alpinismo. Estava em restauração e não pudemos visita-lo, fica para a próxima vez...






Muitas bicicletas




Dom St. Jacob
St. Jacob, catedral em estilo barroco do século 18. Domkirche de Innsbruck foi reconstruída em 1717-24 pelo arquitecto barroco Johann Jakob Herkommer. A Igreja sofreu pesados danos durante a Segunda Guerra Mundial,  mas foi restaurada.

Órgão da St. Jacob







 A  Catedral tem uma fachada simples, mas  é cheia de janelas e tem duas torres encimadas por cúpulas.  O interior é totalmente decorado em estilo barroco, com contribuições dos irmãos Asam.


A principal atração do interior da St. Jacob, é o retábulo intitulado Maria Hilf (Maria de Socorro) de Lucas Cranach.  Outro atrativo de interesse é um monumento de 1620 homenageando o arquiduque Maximiliano III (d.1618), no corredor norte.


Interior da St Jacob.





Imagem da Internet



Mapa de Innsbruck, imagem da internet


Créditos


As fotos são de Sonia Oliveira e Lu Costa, jun.2012.
Imagens da Internet
Consulta de dados sobre Innsbruck foram do Guia criativo para o viajante independente na Europa, Zizo Asnis e do site: www.innsbruck.com